Posts Recentes

Blog de Intercâmbio no Exterior / Intercâmbio  / Tire suas dúvidas sobre “onde se hospedar” no intercâmbio
Onde se hospedar no Intercâmbio

Tire suas dúvidas sobre “onde se hospedar” no intercâmbio

Parte essencial de toda viagem, “onde se hospedar” gera muitas dúvidas entre os intercambistas. Independente do país de destino e do tipo de curso, as escolas oferecem inúmeras opções, que variam de acomodações próprias ou organizadas por empresas parceiras. Para ajudar, vamos falar um pouco sobre as mais comuns:

Casa de família: A opção de hospedagem em casa de família é ideal para quem busca imersão total na vida, cultura e língua do país anfitrião além da oportunidade de interagir com uma família local. E que tal vivenciar mais de uma cultura de uma só vez? Em países multiculturais como Londres e Austrália, onde a população foi e é constituída por diversas nacionalidades, é comum encontrar famílias com membros de diferentes países, mas todas possuem o inglês como língua principal e falada na casa. As acomodações vão de grandes casas a apartamentos e os quartos disponibilizados geralmente possuem cama, armário e escrivaninha, além de serem arejados e iluminados. E se o estudante desejar, poderá dividi-lo com um outro aluno. As áreas comuns são de livre acesso e algumas famílias podem ter regras para limpeza e para a utilização da cozinha e do banheiro. Todas as residências ficam localizadas em áreas seguras e geralmente em bairros residenciais, variando de 20 a 60 minutos de transporte público até a escola. Neste tipo de acomodação, o estudante poderá optar se deseja ter ou não as refeições na casa e esta é uma ótima oportunidade para o intercambista se reunir com a família e colocar em prática a língua aprendida em sala de aula!

Acomodação estudantil: As residências estudantis são a opção ideal para alunos que procuram maior independência e a oportunidade de socializar e praticar a língua inglesa com estudantes do mundo inteiro. Esta também é uma oportunidade de conhecer, conviver e aprender diariamente com diversas culturas. As residências variam de apartamentos no próprio prédio ou ao lado da escola até antigas e reformadas casas. Em todas as opções o aluno costuma levar no máximo 30 minutos de transporte público até a escola e em algumas, uma curta caminhada já é o suficiente! De um modo geral, as acomodações oferecem cozinha equipada e compartilhada, onde os estudantes poderão preparar as suas próprias refeições, e os banheiros poderão ser privativos ou compartilhados também. Os quartos possuem mobília básica e podem ser somente para o aluno ou divididos entre os demais. As áreas externas variam de acordo com a residência e algumas incluem piscina, churrasqueira, academia e lounge para uso comum; uma ótima oportunidade para diversão, interação e prática da língua aprendida em sala de aula!

Existem ainda opções de hotéis – e com todas as comodidades que eles oferecem! -, guest house – para quem está com o orçamento apertado e quer apenas um quarto com o básico -, studios – para quem prefere privacidade e praticidade -, entre outras.

Seja para passar as primeiras duas ou quatro semanas de adaptação no país ou para um longo período de estadia, a decisão final precisa sempre considerar o perfil do estudante e o que ele tem como prioridade.”

Veja mais alguns posts interessantes sobre Estudar Fora do Brasil:

[captacao-banner conteudo_titulo=”Receba dicas e promoções de intercâmbio” formid=”cf7e3181-9dde-43e2-b3e2-72a9cb1dddf9″ conteudo_descricao=”Deixe seu email e receba dicas e promoções para estudar e trabalhar no exterior.”]

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário: